Álcool e diabetes: tudo o que você precisa saber

Muito se fala sobre a mistura de álcool e diabetes. Afinal, diabético pode beber ou não? Tire essa e outras dúvidas aqui.

Como o álcool age no corpo?

Para saber se a bebida oferece riscos à saúde do diabético, é fundamental entender como ela age no corpo. Quando você bebe, o álcool é absorvido quase que instantaneamente pelo corpo, caindo na corrente sanguínea, de onde segue para o fígado, responsável por filtrar o sangue.

O fígado tem capacidade de eliminar o álcool de uma dose de bebida em cerca de duas horas. Se nesse período você consumir mais do que uma dose, o álcool continua na corrente sanguínea e você fica bêbado. Os efeitos você já conhece: extroversão, euforia, tontura, raciocínio lento, diminuição da coordenação motora. Se você beber muito mais do que o fígado consegue processar, o corpo tenta se livrar do excesso da toxina através do vômito ou simplesmente “desliga”, podendo levar ao coma, paradas cardíacas e à morte.

Beber piora o diabetes?

Acontece que o fígado também é responsável por controlar o nível de açúcar no sangue, através de um mecanismo chamado glicogenólise. Funciona assim: quando a glicose fica baixa demais, o fígado joga parte de suas reservas de açúcar na corrente sanguínea, equilibrando a glicemia.

Quando o diabético bebe demais, o fígado fica sobrecarregado na tarefa de eliminar o álcool e não consegue regular corretamente o nível de açúcar no sangue. Isso leva a uma queda exagerada da glicose e às crises de hipoglicemia.

Outro problema é que bebidas alcoólicas são extremamente calóricas: seu consumo frequente aumenta as chances de desenvolver obesidade, um dos fatores que piora o diabetes e dificulta seu controle.

Tenho diabetes. Quais os riscos de exagerar na bebida?

O consumo de bebida alcoólica em excesso, combinado com os possíveis efeitos colaterais e complicações da diabetes pode causar problemas sérios para a saúde. Alguns deles são:

  • Dificuldade no controle da glicemia, que começa a subir demais;
  • Crises de hipoglicemia;
  • Dificuldade na recuperação das crises;
  • Obesidade;
  • Interferência nos efeitos da medicação;
  • Aumento do colesterol ruim;
  • Aumento do apetite, estimulando a comer mais do que o necessário;
  • Aumento da pressão arterial e dos batimentos cardíacos, facilitando o desenvolvimento de doenças cardiovasculares.

Diabético pode beber socialmente?

Sim, desde que seu diabetes esteja controlado, você saiba tratar rapidamente a hipoglicemia e não tenha problemas de saúde que possam ser piorados pelo uso do álcool, como lesões nos nervos, doenças do fígado ou do pâncreas, doença ocular, colesterol alto e não tenha sofrido acidente vascular cerebral.

A bebida alcoólica é permitida em quantidades moderadas, ou seja, duas doses diárias de bebida para homens e uma para mulheres. Uma dose equivale a uma lata de cerveja (360ml), uma taça de vinho (150ml) ou uma dose de bebida destilada (45ml).

Evite bebidas doces, vinhos suaves e cerveja: se gosta dessas bebidas, deverá incluí-las em sua contagem diária de carboidratos e açúcares.

O que fazer para beber sem correr riscos?

Sempre faça uma refeição balanceada e rica em fibras antes de consumir bebida alcoólica. Beba devagar e sempre intercalando a bebida com água, para evitar desidratação, e evite beber nos dias em que a sua glicose estiver baixa.

Tomando esses cuidados, você pode comemorar a vitória do seu time, o aniversário do amigo ou fazer aquele churrasco no fim de semana sem dor de cabeça.

Álcool pode fazer bem à saúde?

O consumo moderado de álcool evita derrames e infartos, pois o álcool “derrete” placas de gordura que ficam presas nas artérias e aumenta o colesterol bom (HDL) no sangue. Também evita trombose, alivia o stress e ajuda os rins a funcionarem melhor (principalmente a cerveja).

Já o vinho tinto é rico em flavonoides, substâncias que preservam a saúde do coração, são anti-inflamatórias, protegem contra o câncer e ainda ajudam a controlar diabetes.



Sobre Aprenda a Controlar os Diabetes

Olá! Bem-vindo ao site Controlar os Diabetes, tenho estudado esta área da saúde estes últimos 5 anos da minha vida. Tenho família que sofre de diabetes e por isso comecei a pesquisar métodos e dicas a seguir para os evitar e/ou manter controlados, durante essas pesquisas aprendi muita coisa útil que foram úteis a diabéticos de todos os tipos, e o meu objetivo com o www.controlarosdiabetes.com é passar-vos todas essas dicas.


Comentários

Siga-nos
Publicidade
Obrigado pela sua visita! Gostou de ler os artigos?
Insira o seu endereço de email abaixo para receber gratuitamente as atualizações do blog!
O seu email está seguro, nunca enviamos SPAM.